Quem falou que eu não consigo?

Algumas pessoas subestimam quem tem deficiência, achando que não somos capazes de fazer as mesmas coisas que elas.

Pessoas ao redor, colegas de trabalho, professores e familiares acreditam que por causa da deficiência não é possível realizar tarefas simples, o que dirá as mais complexas sem ao menos nos consultar, criando opiniões equivocadas que contribuem para o crescimento do pré-conceito.

Isso acontece diariamente com quem tem alguma deficiência, na maioria das vezes é difícil se defender, já que ninguém fala diretamente para a pessoa, simplesmente cria sua opinião e disfarça falando: “nossa vocês são um exemplo para nós” ou “nossa, não sei como você consegue andar sozinho”.

O pior é quando esse tipo de “conceito vem de um professor, em quem apoiamos nossos objetivos de aprendizagem e ele nos limita de aprender coisas novas, não nos desafia, nem nos consulta por causa da deficiência que parece ser um “oloforte” impedindo-o de ver a pessoa como um aluno, um aprendiz com capacidades iguais as de todos os outros.

Mesmo sem intenção a família ou o professor podem estar prejudicando a pessoa com deficiência, inpedindo-o de aprender e se desenvolver, por que tem medo de que eles se machuquem, errem, ou se frustrem.

O dom de ser professor!

Ser professor é enxergar além do presente, é fazer com que o futuro de uma criança seja brilhante!

Educar é uma tarefa de muita responsabilidade, mas muito prazerosa para quem ama ser professor.

Assim como a família, o educador tem papel de grande influência na vida de todas as pessoas, os seus princípios e conhecimentos também são reflexos dos ensinamentos, atitudes e da personalidade de seus educadores.

Ser professor é acreditar que tudo é possível, ensinar sem dar as soluções para que o aluno faça suas próprias descobertas, é vibrar com cada conquista, é se sentir recompensado com um sorriso de alguém a quem você ensinou, é amar acima de tudo o seu trabalho e ser possibilitador de diversas outras profissões!

Educar é um grande desafio, muitas vezes sem materiais ou recursos, mas sua criatividade vai além. O professor é aquele que enfrenta com coragem, que ensina independente das condições e dificuldades de cada pessoa.

A Arte de ensinar é admirável e deveria ser mais respeitada por todos, já que o maior cientista, o melhor médico, o mais conceituado engenheiro não existiriam sem um professor.